sobre presenças e ausências, sobre saudades

Solidão | Foto: Kleber Bassa

Solidão | Foto: Kleber Bassa

tenho sido marcado pelas saudades que moram em mim

várias são essas saudades, todas presenças marcantes de muito marcantes ausências

de mim, em mim…

saudades dilacerantes
desconcertantes, porém
dúbia e inexplicavelmente
re-vigor-antes

sigo e busco – a despeito e por causa delas – chegar ao fim e descobrir-me – muito provavelmente – de volta ao início,

de tudo, de mim,
reencontrar-me, comigo, com o Eterno

movido por aquilo que nem ouso mais explicar
apenas prossigo

mas já é noite. e descansar se faz necessário
hoje

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s