Minha vocação

Muitas vozes, inúmeros sons
Falas e sentimentos se misturam
na multidão;

e eu aqui, sozinho!
Essencial e extremamente só;
esse é meu destino,
minha vocação!

Mesmo que só não esteja,
só não deixo de ser.

A solidão me pertence,
e eu a ela também
Queira ou não,
uma só carne com ela me tornei

Sem possibilidade de separação…
até que a morte nos separe!

*Escrito em Goiânia, 3 de dezembro de 2009, às 18h11

Uma resposta em “Minha vocação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s