[Contradição™ 2006-2009] Breves palavras sobre uma intensa amizade

Deixa comigo Kennedy.

Ainda tenho 21 anos. Sou um menino que conjectura coisas na vida, mas aprendi bastante – não o suficiente, enfim, nunca o suficiente – sobre o amor.

Uma das proezas do amor é sua transcendência: Não obedece a geografias, não se limita a tempo, não sucumbi ante as circunstâncias – isso quando firme e consolidado.

Sábios foram os teólogos que dividiram o amor em “seções”: Ágape (amor de Deus), Eros (amor de desenvoltura sexual), Filos (amor de amigo, irmão). Na verdade não se trata apenas e simplesmente de divisões do amor, mas adequações às circunstâncias que dinamizam a existência.

Conheci o Hugo pelo twitter – essa ferramenta consegue unir, mais do que muitas comunidades -, o que me deixou curioso foi o Nick: Hugondim. Mas, para minha grata surpresa, trata-se de um apelido, fruto do seu encantamento e fascínio com Ricardo Gondim – Aleluia! Eu também amo muito o Pastor Ricardo, alguns até me apelidam de ‘Ricardólatra’…tudo com muito equilíbrio e sensatez.

Pois é, com o tempo – menos de 6 meses – nosso vínculos se fortaleceram, fincaram-se sobre a Rocha (Cristo) e hoje tenho o prazer de passar pelo seu perfil no Orkut para dizer a ele que “o amo”.

Na verdade o filos nos envolveu. Hugo mora em Belo Horizonte-MG e eu em Diadema-SP, nunca nos vimos pessoalmente, eu nunca ouvi sua voz, nunca lhe dei um abraço, ainda não sentei à mesa com ele para comer e beber, mas a transcendência do amor se fortalece entre nós.

Considero a amizade algo mais excelente que o casamento – não creio que exista casamento sem amizade -, é a mais doce expressão da trindade, posto que Ela, a bendita família, é um abraço eterno entre três grandes amigos que se querem bem, a ponto de não subsistirem por si só.

Tenho pra mim que alguém é meu amigo “de/na verdade” quando me ponho a falar com o Altíssimo e logo me lembro de interceder por este amigo; o Hugo é um dos primeiros que me chegam à consciência. Ainda que distantes, posso sentir as vibrações do seu coração, mesmo quando conversamos sobre futebol – ah, como é gostoso falar de futebol com ele.

O ‘contradição’ chega aos seus três anos e, mesmo que o conheça há 6 meses, já me sinto em casa. Normalmente a casa de um amigo é nossa casa também, temos a liberdade de abrir a geladeira e etc. Confesso: Venho aqui para me alimentar. Sinto que o ‘contradição’ é uma belém (casa de pão) na internet para mim. Mesmo que cheio de contradições, consigo olhar nas entrelinhas e perceber alguém apaixonado por Cristo e pela vida e isso me basta.

Meu amigo, mais uma vez: Parabéns pela contradição de cada dia! Sua vida me inspira…poderia escrever um livro com sua história, seus relacionamentos com as pessoas e com as feridas que você encara; mesmo assim cheio de graça e amor. Parafraseando o Pastor Ricardo, eu também tenho inveja de quem consegue amar como você, compreendo suas limitações e falhas, tal como o Kennedy (como gostar do Diante do Trono, rárárá), mas mesmo assim, não tenho vergonha de dizer que Te amo!

Will
Ele já contou como nos conhecemos. O detalhe é que de apenas uma pergunta despretensiosa surgiu uma das melhores conversas que já consegui ter através do MSN (não costumo ter muita paciência pra conversas virtuais). Will é um cara apaixonado pela mensagem do Evangelho e uma das pessoas que me motiva a continuar acreditando na transformação dessa sociedade através do Amor. Seus textos são como bálsamo para o meu coração. Suas palavras têm o raro poder de tocar no mais profundo território da minha alma. Talvez por isso nossos corações tenham se encontrado. Ele pode ser lido no (ótimo) blog Celebrai!

3 respostas em “[Contradição™ 2006-2009] Breves palavras sobre uma intensa amizade

  1. Ter AMIGOS assim, pra mim é uma honra, no sentido completo da palavra.As palavras se enchem de brilhose enchem de amorliberam luzquão grande esplendor!Palavras tão belas não víem nenhum blog por aíu [pra rimar]tal como são as palavrasnas mãos do Will! (sério)manos, nunca parem de escrever por favor! [Parece que minha tese de que o amor nos faz escrever melhor é verdadeira.]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s