Confesso que chorei

Foto de divulgação do filme

Hoje assisti a “O menino do pijama listrado”, filme dirigido por Mark Herman, baseado no romance homônimo de John Boyne. Ambos foram responsáveis pelo roteiro do filme. Não vou entrar em detalhes, pois não serei capaz de não esmiuçar o conteúdo do filme. Como o indico a todos, faço questão então de não estragar a surpresa.

Em certo momento, um diálogo entre dois garotos de oito anos, um alemão e um judeu, separados por uma cerca:

– Você não pode sair por quê? O que você fez? – pergunta Bruno

– Sou judeu! – responde Shmuel

Para mim, o momento de maior emoção.

Confesso que chorei.

3 respostas em “Confesso que chorei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s