Contradição

Desejo de morte
Desejo de vida
Sentimentos que me tomam
Partindo-me em dois
Revelam aquilo que sou
Total contradição

Por que morrer?
Por que viver?
Sensação dúbia
Incoerência

Já sou obrigado
a viver
E também a morrer
Não há por que
nada disso antecipar

Sinto-me só
Não tenho mais amizade
com a vida
Tampouco simpatizo-me
com a morte

Descubro, uma vez mais,
que não tenho lugar no mundo!
Sou essencialmente só

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s