Acaso e dor

A dor é tamanha
Que se acumula em camadas
Tornando nublado meu ser

Sinto-me um pai que perdeu o filho
Um filho que não mais tem pai
Sinto a dor de quem tudo perdeu
Até o que já não tinha

Sinto a dor de uma criança
Que sai da escola
E não tem casa pra onde voltar

Dor de quem não tem recursos
Nem condições emocionais
Para recomeçar

Pior a vergonha e a culpa estranhas
Que invadem-me
Por ter sido poupado

Como agradecer a Deus?
Se Ele me tivesse amparado,
Acaso deixaria meu próximo só?

Não, meu Deus não é o deus cristão
Ele não é frio. Tem coração

Resta-me louvá-lo por ficar de fora
De tamanho horror

Agradeço apenas ao Acaso
Que mais uma vez me livrou

 

3 respostas em “Acaso e dor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s