Em apenas um segundo
Descubro-me capaz de odiar
Torno-me aquilo que não sou
Uma vez mais

Desejo outra vez a morte
Mas não a do outro
Nem mesmo a quero para mim

Quero que morra aquilo
Que em meu coração
Leva-me a no outro acreditar
Morte das minhas esperanças
Para voltar a ser apenas eu,
só!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s