Nostalgia

Minha alma se contorce
Aqui dentro há dores
Tamanha força
Que me impele ao chão
Rosto em terra
Cinzas e pó

Sou pó, pecado
Nada tenho, nada me resta
Apenas dor, muita dor
Terá fim meu sofrer?

Meus lábios se fecharam
Meus olhos secaram
Meu coração apertado está
O sofrimento aumenta
A angústia não tem fim

Sinto gosto de fel
Em minhas narinas,
O cheiro da morte
Onde estará o sol?
Vejo o fim, a escuridão

A nostalgia me invade
Toma conta de mim
Tenho saudade do Eterno
Quero voltar aos Seus braços
Até quando?

Só Ele pode saber
O tempo a Ele pertence
E eu também
Apenas espero
Com paciência…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s