Quando a Graça me alcançou

Hoje, pensei em voltar para o lugar de onde saí
A dor que sinto, no momento, faz-me querer retroceder
Nem mesmo o medo foi capaz de vencer a vontade de voltar
Mas, de repente, percebi que não há como voltar
Pois eu não me lembro mais de onde saí
Talvez por que não estivesse em lugar algum
Talvez por que estivesse no mesmo lugar

Lembranças me invadem
Lembro-me de um dia em minha vida
Naquela época, eu pensava ter encontrado
A busca parecia ter cessado
Quando, numa madrugada, fui acordado pela minha alma
Ela gritava, berrava, para me acordar
Para me tirar da ilusão e me mostrar que eu nada havia achado
Era hora de aceitar que devia continuar a procura

Resolvi encarar a vergonha do engano
E colocar-me, novamente, à procura
Sentir, mais uma vez, aquela dor: eu não havia encontrado!
Andei, corri, chorei, sofri, cansei
Esgotei-me e parei: não dava mais pra continuar
O que eu iria encontrar?
Hoje, sei que não encontraria nada
Nada do que eu procurava

Mas a procura cessou: hoje, não mais desejo encontrar
Pois Ele mesmo decidiu me encontrar
Só então, percebi que eu nunca encontraria
Apesar de qualquer esforço: foi tudo em vão
Pois a Graça dEle me encontrou
E a procura acabou

Agora, vejo: não há caminha de volta
Acho que nunca saí de onde estava
Foi o Objeto da minha busca que veio de encontro a mim
Percebo que não dá pra voltar, não há pra onde voltar
O caminho, hoje, é seguir, sendo levado pela Graça
Nos braços dEle
Pois a procura acabou, quando a Graça me alcançou!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s