Entrega

Para os que querem discutir, digo:
Procurem outra vítima!
É, estou cansado
Minha alma deseja, agora, se calar

E se meu alerta não basta,
Assino minha desistência
Considerem-me uma carta fora do baralho
Eu me rendo!

E se ainda não basta, digo mais:
Tudo bem, vocês estão certos
Sou um apóstata!

Agora, espero que vocês se calem
E comemorem a minha derrota
Mas em silêncio, distantes
Por favor, deixem minha alma em paz
Mesmo que longe do seu deus

O amor, acima de tudo, é entrega
O ato supremo de entrega
E eu me entrego!

 

Uma resposta em “Entrega

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s